Cerimônia de Refúgio Mahayana

 

SabadoIngressamos no budismo pela prática de buscar refúgio. Para que a nossa prática de refúgio seja qualificada devemos fazer, enquanto visualizamos Buda à nossa frente, a promessa verbal ou mental de buscar refúgio em Buda, Dharma e Sangha por toda a nossa vida. Essa promessa é o nosso voto de refúgio e é a porta através da qual ingressamos no budismo. Estaremos no budismo durante o tempo em que mantivermos essa promessa, mas, se a quebrarmos, estaremos fora. Ao ingressar e permanecer dentro do budismo, temos a oportunidade de começar, fazer progressos e completar o caminho budista à libertação e à iluminação.

Nunca devemos abandonar a promessa de buscar refúgio em Buda, Dharma e Sangha por toda a nossa vida. Buscar refúgio em Buda, Dharma e Sangha significa que aplicamos esforço em receber as bênçãos de Buda, em colocar o Dharma em prática e em receber a ajuda da Sangha. Esses são os três principais compromissos do voto de refúgio. Mantendo e praticando siceramente esses três principais compromissos de refúgio podemos realizar nossa meta final.

Mais informações sobre refúgio, incluindo uma meditação simples, podem ser encontradas nos livros Budismo Moderno (disponível para baixar gratuitamente), Novo Manual de Meditação e Caminho Alegre da Boa Fortuna.

É tradicional trazer oferendas que serão dispostas no altar no dia da cerimônia: flores, incensos, cristais, perfumes, comidas e bebidas que não contenham carne ou álcool.


PRÓXIMA CERIMÔNIA

  • Data: 12 de fevereiro.
  • Horário: das 10h às 12h.
  • Local: Centro Budista Kadampa Lamrim, R. Machado de Assis, 423 – Boqueirão, Santos – SP, 11050-060 (próximo ao Canal 3).
  • Contribuição: R$30,00 (PF e Carteirinha Kadampa realizam doação voluntária).

 

Para mais informações: contato@santosmedita.org.br